O Que Você Aprende com Escape Games

Uma atividade que a primeira vista parece apenas entretenimento pode melhorar as habilidades dos participantes, principalmente no meio empresarial. São diversas as formas de aprender com escape games, que são os chamados jogos de fuga. 

Depois de ganharem o mundo real, os jogos de escape seguem mostrando que são muito mais do que uma simples diversão. Eles são desenvolvidos para desafiar os jogadores e nisso acabam incentivando o desenvolvimento intelectual e interpessoal.  

Continue acompanhando o post para entender melhor. 

Aprender com escape games X treinamento tradicional

Os treinamentos são comuns dentro de empresas e muitas vezes visam melhorar as habilidades dos seus funcionários ou gerar um aprendizado. Para sair da rotina formal e em alguns casos até intimidadora desses momentos, os escape games ou jogos de fuga surgem como uma ótima alternativa. 

Por se tratar de um jogo, o clima entre os participantes já fica mais descontraído e existe uma maior probabilidade de encarar o treinamento como algo fluído e até prazeroso

Além de “quebrar o gelo” da atividade, o escape game trabalha ludicamente com cognição, relação interpessoal, planejamento e uma série de outros fatores que são necessários para a solução de um enigma e que recaem no cotidiano da vida real. 

Aqui selecionamos quatro pontos principais pata te mostrar como o escape game pode te ajudar no aprendizado da sua equipe. 

1. Desenvolvimento de Liderança

As atividades dentro de um escape game podem gerar vários benefícios e um deles é o desenvolvimento da habilidade de liderança. Dependendo da dinâmica construída para o jogo, os participantes precisam delegar tarefas e criar estratégias de planejamento para desvendar o enigma no tempo certo. 

Esses pontos vivenciados no jogo são essenciais no cotidiano e extremamente valorizados no ambiente de trabalho. 

2. Capacidade de solucionar problemas

O ponto-chave do escape game. Se existe algo em comum em todos os jogos do gênero é a presença de problemas sem solução, sejam puzzles, charadas ou pistas misteriosas. 

Os participantes do grupo precisam criar estratégias para resolver todos os desafios propostos dentro do tempo delimitado e saírem vitoriosos da sala. Algumas vezes é preciso utilizar raciocínio lógico, em outras, a criatividade será necessária para completar as atividades. 

Em treinamentos é possível criar uma dinâmica de jogo que proponha desafios específicos para trabalhar determinadas habilidades na solução de problemas. Pode ser velocidade na tomada de decisão, memória, questões matemáticas, etc. 

Independentemente da técnica escolhida, o essencial é que durante o jogo as pessoas se forçam para resolver os problemas apresentados e muitas vezes pensam além do óbvio. Esse tipo de atitude pode ser levado para o momento do trabalho e ajudar na melhoria da produtividade. 

3. Trabalho em equipe 

Algumas vezes trabalhar em equipe pode ser um desafio, cuja solução é possível aprender com escape games. 

Como o jogo se desenvolve em grupo — em geral até oito pessoas —, a interação é necessária para resolver o enigma proposto. Sendo assim, esse é o momento de unir as habilidades de cada integrante em prol de um objetivo em comum. 

O ambiente lúdico do jogo faz a conversa e troca de ideias tornarem-se mais tranquilas do que no espaço formal do ambiente de trabalho. Além disso, fica mais fácil de perceber como as ações de cada um têm importância na resolução do todo.  

Esse aprendizado vai fazer uma enorme diferença no cotidiano profissional, seja em relação à troca de informações entre setores até delegação de atividades para um chefe que quer fazer tudo sozinho.

4. Proatividade

Trabalhadores desmotivados ou sem um pensamento criativo tendem a agir de forma passiva no trabalho, apenas limitando-se a fazer o estritamente designado. Em um escape game esse comportamento sofre alterações positivas. 

O que ocorre é que a imersão no jogo e o senso de urgência de correr contra o relógio impulsionam a grande maioria das pessoas. Todos começam a se mobilizar para encontrar a solução do enigma apresentado. 

A partir desse passo inicial cada pessoa pode se dar conta de como uma ação sua pode fazer a diferença na resolução de algo maior e assim sair do marasmo cotidiano.

Escape Game é sinônimo de dinamismo

Aprender não precisa ser algo maçante ou recheado de textos técnicos. Pelo contrário, pode ser uma atividade divertida e é isso que percebemos com os jogos de fuga. 

Os principais pontos que são possíveis de aprender com escape games estão relacionados à solução de problemas e relacionamento interpessoal. Dois dos quais fazem total diferença no ambiente de trabalho. 

Descubra mais conteúdos interessantes ao assinar a nossa newsletter.

Deixe seu comentario!

Clique e fale conosc
Fale Conosco